fbpx
 

6 erros que você pode estar cometendo no checkout online do seu e-commerce

6 erros que você pode estar cometendo no checkout online do seu e-commerce

Muitas etapas até o final

Você se interessou pelo produto, adicionou ao carrinho mas não param de aparecer novas etapas de cadastro, dados, pagamento, frete e assim por diante. A maioria dos usuários desiste depois de muitas janelas até a compra.

Muitas etapas, janelas e opções atrapalham a experiência do usuário durante a navegação no site e diminuem a conversão do checkout.

Procure pedir apenas os dados essenciais para a compra, como Nome, e-mail e CPF. Se possível deixe opções de cadastro por contas de terceiros, como Google e Facebook, criando um cadastro em apenas um clique.

Formulários grandes de cadastro são ótimos para conhecer o seu público e segmentá-lo no entanto, aumentam o percurso do usuário, diminuindo a conversão do seu site.

Além disso, deixe sempre ativada a opção de “autocomplete”, que permitirá ao navegador do usuário preencher automaticamente com os dados já utilizados.

Muitas distrações no site

Quem nunca enrolou para pagar um boleto? Quando a questão é dinheiro você deve ser direto e o mesmo vale para a página de checkout.

Evite banners, promoções, pesquisas e formulários, isso tudo pode distrair o seu usuário e levá-lo a sair da página, abandonando o carrinho.

Existem algumas exceções que funcionam com determinados públicos e produtos, como o cross-selling e o up-selling, quando você oferece produtos semelhantes ou que complementam o que o usuário está levando.

Nesses casos faça testes A/B para saber se vale a pena adicionar esses elementos no processo de checkout.

Lembre-se que ao mesmo tempo que eles podem aumentar o ticket médio, também podem aumentar o número de carrinhos abandonados. Isso pode ser benéfico ou não para a sua loja virtual, mas só uma análise completa e precisa irá dizer com certeza.

Esqueceu do mobile!

Segundo uma pesquisa do SPC Brasil (https://www.spcbrasil.org.br/pesquisas/pesquisa/3288) 59% dos internautas fizeram alguma compra por aplicativos de celular em 2017.

O celular já passou o computador como o principal dispositivo de acesso à internet e é utilizado por mais de 75% dos brasileiros (https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/brasil-tem-116-milhoes-de-pessoas-conectadas-a-internet-diz-ibge.ghtml). Se o seu site não tem design responsivo, ou seja, se não se adapta ao dispositivo, você está entregando uma péssima experiência ao usuário.

É essencial que o e-commerce possua layouts específicos para quem acessa o site através de dispositivos móveis.

Entre as diferenças no mobile estão a utilização apenas de elementos essenciais, botões maiores e facilidade de inserções de informação, como auto-complete, teclados numéricos e logins sociais.

Se o seu site já possui design responsivo avalie os dados dos usuários que acessam pelo celular, como o nível de rejeição, o número de conversões e o tempo que ficam no site.

Considere a possibilidade de fazer um novo layout voltado para o mobile, melhorando a experiência e atualizando seu site para os dispositivos mais modernos.

Poucos métodos de pagamento

Segundo a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), apenas 60% dos brasileiros possuem conta bancária e um número ainda menor possui cartão de crédito.

Pensando nisso, é importante oferecer diferentes métodos de pagamento, como boleto e depósito bancário. Isso contribui para que o usuário possa ter opções interessantes para ele realizar o pagamento.

Fique atento também às bandeiras aceitas de cartão de crédito e se possível faça uma parceria com empresas de pagamento online, elas costumam oferecer uma variedade maior de meios de pagamento e facilitam a sua vida na hora de colocar cada bandeira no site.

Nesse momento é interessante destacar a importância do acompanhamento de métodos específicos de pagamento, como o boleto e o depósito.

Segundo a plataforma de pagamentos “Enviou” (https://www.enviou.com.br/blog/detalhe/como-reduzir-os-boletos-nao-pagos) 60% das pessoas que optam pelo boleto como meio de pagamento em lojas virtuais esquecem de pagá-lo. Por isso, crie lembretes por e-mail, SMS ou WhatsApp para lembrar o seu cliente de pagar o boleto.

Isso vai contribuir para aumentar o ticket médio de sua loja e a taxa de conversão.

Pouca segurança

Para o usuário finalizar a compra no seu site, ele deve se sentir seguro para passar os dados e realizar o pagamento. Mas como você mostra que seu site é seguro?

O primeiro passo é ter um layout profissional e textos coerentes. Peças desalinhadas e textos mal escritos trazem a ideia de informalidade, diminuindo a confiança do consumidor no seu e-commerce.

Além disso, é interessante incluir certificados de segurança, como o Lets Encrypt, que garantem que o site é seguro para realizar compras online.

Se você realmente quiser investir em segurança, contrate uma ferramenta para prevenir fraudes e coletas de dados por terceiros. Isso contribui para a redução de transações fraudulentas e melhora a segurança do seu site.

Poucas opções de frete

Um dos principais gargalos de conversão para o checkout é o frete. Seja pelo preço ou pelo tempo de entrega, é bastante comum o usuário abandonar o carrinho na hora de escolher como o produto chegará ao endereço.

Nesses casos, a solução para o abandono do carrinho é oferecer diversas opções de frete. Pense que alguns consumidores preferem que o produto chegue mais rápido, enquanto outros não têm pressa e preferem escolher aquele que tem o menor preço.

Se possível, crie uma opção de retirar na loja e uma de frete grátis para compras de valores maiores. Isso irá permitir ainda mais conversões no checkout e representará mais um motivo para o usuário comprar com você.

Conheça seu usuário! (dica extra)

Depois de entender erros que fazem o checkout não converter, separamos uma dica extra para melhorar o checkout! Ela é simples: conheça seu usuário 😉

Para entender quem são os seus usuários faça pesquisas, entrevistas e colete todas as informações possíveis sobre seus hábitos de compra.

É possível, a partir disso, elaborar perfis específicos que deixam claro quem é cada consumidor e como funciona sua jornada de compra.

Esses perfis, também conhecidos como personas, contribuem para toda a estratégia de marketing do negócio.

Gostou do artigo? Quer conhecer mais sobre marketing digital e como aumentar as vendas da sua empresa? Entre em contato conosco e fale com um de nossos especialistas!

No Comments
Post a Comment