fbpx
 

Marketplace, a oportunidade e o risco desta aposta

marketplace

Marketplace, a oportunidade e o risco desta aposta


Você já deve ter ouvido falar dos Marketplace, um modelo de negócios que reúne o comércio de produtos e serviços de diversas marcas em um só lugar. Talvez até já tenha efetuado compras nesse tipo de plataforma sem se dar conta.

O Marketplace apresenta vantagens tanto para o consumidor, que consegue comparar produtos e preços em um único site, quanto para as empresas fornecedoras, que aumentam a visibilidade do seu negócio, atingindo um público de clientes em potencial muito maior.

Quer saber se o Marketplace é a aposta correta para sua empresa? Então continue lendo esse artigo que preparamos para você:

O que é Marketplace?

De forma simples, pode-se definir um Marketplace como um shopping center do comércio eletrônico, onde o consumidor pode navegar pela plataforma, comparando e escolhendo o vendedor que mais lhe interessar.

Os Marketplaces estão no Brasil desde 2012 e vêm ganhando cada vez mais popularidade. Uma das plataformas mais conhecidas mundialmente é a da Amazon, que está presente em mais de 60 países e representa cerca de 40% de todo o faturamento da Amazon.com.

No Brasil os maiores Marketplace são: Mercado Livre, Carrefour, Wallmart e Magazine Luiza. O Grupo B2W controla os e-commerce da Americanas, Shoptime e Submarino.

O grupo Via Varejo tem em seu portfólio o comércio eletrônico das Casas Bahia, Ponto Frio, Extra e Loja HP. Já o Global Fashion Group é responsável pelos sites da Dafiti, Kanui e Tricae.  

Como funciona o Marketplace?

Para o cliente, o funcionamento do Marketplace é igual a qualquer outra loja virtual, ele escolhe o produto, faz o pedido, efetua o pagamento e aguarda a entrega.

Para os fornecedores, é preciso primeiro fazer o registro no Marketplace, em seguida são cadastrados os produtos para iniciar as vendas. Cada plataforma tem algumas peculiaridades, mas de modo geral, o sistema de registro e cadastramento é simples.

A remuneração das plataformas vem da cobrança de uma taxa de comissão sobre as transações financeiras de cada loja. Esse valor pode variar entre 9,5% até 30% da compra.

As vantagens deste modelo de negócio

Uma das maiores vantagens do Marketplace é a visibilidade. Fazendo uso dessas plataformas sua empresa poderá ofertar seus produtos e serviços para um grande número de clientes em potencial.

Outro ponto muito importante é que as plataformas já possuem um tráfego consolidado, o que possibilita ao seu negócio a tração inicial necessária para começar a monetizar com vendas online.

Para empresas que ainda não tem presença online, os Marketplace oferecem uma vitrine de negócios com um investimento relativamente baixo.

Por este motivo, este modelo acaba se mostrando ideal para quem inicialmente não possui conhecimentos avançados em marketing, possibilitando que o empreendedor concentre-se apenas na venda e na negociação de comissionamento.

Os riscos que podem estar envolvidos

A dependência da plataforma é uma das maiores desvantagens do Marketplace. Caso ocorra algum problema com o funcionamento do site, suas vendas serão diretamente afetadas.

Os Marketplace também podem aumentar as taxas sobre as vendas, nesse cenário sua margem de lucro e seus custos serão afetados. Quando uma empresa depende exclusivamente desse canal acaba ficando refém da plataforma.

Ou seja, qualquer mudança na regra do jogo pode afetar diretamente o seu negócio. Este risco aumenta ainda mais quando a sua dependência fica limitada a poucos ou mesmo apenas a um Marketplace.

Vale a pena apostar?

Antes de apostar no Marketplace, sua empresa deve analisar as vantagens e desvantagens de cada plataforma.

Dependendo da natureza do seu negócio, alguns sites podem ser mais interessantes que outros. Por exemplo, se você comercializa roupas femininas, o site da Dafiti é mais adequado do que o da Magazine Luiza.

Se sua empresa já tem um e-commerce, também é importante não deixá-lo de lado. Você deve considerar seu site e sua loja no Marketplace como complementares.

Nós, como uma agência especializada em e-commerce, defendemos a construção sólida da presença digital da sua marca, andando em paralelo com o canal de Marketplace. Lembre-se disso, tente não deixar o seu negócio ficar refém de terceiros.

Gostou do artigo? Quer conhecer mais sobre marketing digital e como aumentar as vendas da sua empresa? Entre em contato conosco e fale com um de nossos especialistas!

No Comments
Post a Comment